27/09/2009

All That Jazz!.....

A Dança Jazz é enérgica e expressiva! Além se ser muito divertida a dança jazz é magnífica para melhorar a coordenação. Nos dias de hoje, grande parte do que se vê em musicais, filmes e vídeos é Dança Jazz!



A Dança Jazz é uma forma de expressão pessoal criada e sustentada pelo improviso, apresentando uma descendência que pode ser traçada nas suas origens africanas. Tem certas características marcantes, numa explosão de energia que irradia de todo o corpo e um ritmo pulsante, dando o balanço certo e a qualidade do movimento.


Jack Cole é por alguns considerado o pai da Dança Jazz. Foi um dos primeiros a interagir fundamentos da Dança Moderna com a sua técnica de isolamento das partes do corpo. A sua técnica tem influenciado as gerações de dançarinos de Dança Jazz.



E por falar em dançarinos de Dança Jazz... fica aqui o convite para virem experimentar uma aula de Dança Jazz na Escola!

Quem vai dançar convosco é o dançarino que está no vídeo!:-)


video

Prontos para muito ritmo?

24/09/2009

O que faz um Coreógrafo?



O Coreógrafo estrutura o esquema de trabalho a ser desenvolvido e cria figuras coreográficas ou sequências. Transmite ao bailarino a forma, a movimentação, o ritmo, a dinâmica e a interpretação necessários à execução da obra. Dedica-se também à preparação corporal dos dançarinos. É o responsável máximo pela realização de um bailado. Cria movimentações cénicas a partir de uma ideia, música, texto ou roteiro. O Coreógrafo tem que ter capacidade de liderança, imaginação, criatividade e sentido estético. Tudo isto associado a profundos conhecimentos de Dança.

Onde estão os Coreógrafos? Nas Companhias de Dança, onde são responsáveis pelos bailados e espectáculos de dança. Na Televisão também encontramos coreógrafos que preparam as "pequenas" coreografias que aparecem, sobretudo em programas de variedades. E no Teatro também encontramos coreógrafos que idealizam e ajudam o encenador a dirigir determinadas cenas da peça que incluam bailados.


Falemos então de um Coreógrafo que é por muitos considerado o maior coreógrafo do século XX: Merce Cunningham - o homem que revolucionou a dança moderna!


Nasceu em 1919 no Estado de Washington, nos EUA. Estudou ballet em Seattle antes de ser solista na Companhia de Martha Graham entre 1939 e 1945. Em 1944 realizou o seu primeiro espectáculo a solo com música do compositor John Cage, que viria a ser seu parceiro até à morte, em 1992.

Em 1953 funda a sua Companhia: um laboratório do movimento aberto à inovação e experimentação, que dirigiu até aos últimos dias.

Morreu no passado mês de Julho, em sua casa, de causas naturais. No comunicado que anunciava a sua morte, afirmava-se que Mercer "revolucionou as artes visuais e do palco (...) porque quis alcançar a beleza e o assombro de explorar novas possibilidades.


video

Mercer Cunningham Dance Company in "Beach Birds" (extracto)

16/09/2009

Cabelo bem preso!


Porque se insiste tanto para que as bailarinas tenham o cabelo bem preso?

Porque...
... a preocupação das bailarinas durante a execução dos exercícios deve estar no seu corpo e não em arranjar o cabelo ou afastar a franja!

Para isso, devem usar ganchos, grampinhos, elástico, gel, rede e até fitas para que a vossa concentração não seja interrompida por nenhuma madeixa de cabelo rebelde que insiste em não ficar quieta:-)



E como fazer um Coque?

Escova bem o cabelo;
Faz um rabo de cavalo bem preso com um elástico;

Enrola o rabo de cavalo ...

... e utiliza ganchos e grampinhos para que fique bem enrolado junto à nuca;




Se for necessário dar mais firmeza, coloca uma rede (da cor mais aproximada à cor do teu cabelo) à volta do coque e prende-a também com ganchos ou grampos;

Se tiveres franja - e para que não te incomode - usa uma fita de cabelo para a prenderes;

Se ainda houver algum cabelo rebelde, um bocadinho de laca ou gel resolve o assunto:-)


E boa aula!

15/09/2009

Anytime...Anywhere...We Dance!


video


Já imaginaram se isto acontecesse

em Praças de Oliveira de Azeméis e de São João da Madeira?

Era de parar o trânsito, não era?

:-)

13/09/2009

Anna Pavlova: "Deus dá o talento, mas é o trabalho que transforma o talento em génio!"

Esta imagem é provavelmente a imagem mais conhecida da talentosa Anna Pavlova!


Anna nasceu em 1881 na cidade de São Petersburgo. Quando fez oito anos a sua mãe levou-a a assistir ao bailado "A Bela Adormecida" no Teatro Mariinsky. E foi a partir daquele dia que Anna decidiu dedicar-se de corpo e alma ao ballet. Tentou então entrar na Escola Imperial de Bailado de São Petersburgo mas foi rejeitada devido à tenra idade e à baixa estatura.
Conseguiu entrar dois anos mais tarde graduando-se aos dezoito anos, começando no Teatro Mariinsky uma carreira de sucesso!


No final do século XIX, o corpo ideal para uma bailarina era um corpo compacto e musculoso para poder atender às exigências da técnica e requisitos da dança. Anna Pavlova alterou esta visão: pela sua figura graciosa e delicada e pelo modo muito pessoal de dançar ( a execução do "En Pointe" como o conhecemos é criação de Anna!); começou a ganhar destaque nos bailados e a arrebatar fãs entusiasmados.



O seu repertório era clássico, convencional mas gostava de incluir números de danças étnicas. As suas adaptações e interpretações dos bailados clássicos encantavam as plateias. Desde que ingressou no Teatro Mariinsky até 1930, Anna Pavlova correu o mundo, viajando cerca de 500 mil milhas, dançando em 3.650 espectáculos e participando em mais de 2.000 ensaios.

video

De todas as suas actuações, a "Morte do Cisne" é aquela que "arrebata" o olhar e mostra o imenso talento de uma bailarina que nos deixou em 1931 e cujas últimas palavras foram: "Toque o último compasso suavemente."

07/09/2009